quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Superação com arte!



Cada dia mais as pessoas conseguem superar suas dificuldades através de meios ilusitados, que despertam a recuperação, de problemas anteriormente impossíeis, como o vício de drogas, bebidas alcólicas, batalha contra o preconceito, seja pelo racismo, seja pela homossexualidade. Hoje também podemos perceber superações através da arte:

Seu nome era José. Belo e bom, educado e prestativo. Aos 18 anos, entrou no mundo das drogas. Sob o efeito delas, transformou-se, saía à noite e voltava na madrugada, dopado, ofendia a todos, não deixava ninguém dormir, era o inferno na casa. A família fazia de tudo para tirá-lo dessa situação. A mãe rezava intensamente por sua conversão. José teve duas mulheres: a primeira morreu atropelada; a segunda, mãe de de seu único filho, foi assasinada. Em 1996, José descobriu que era portador de HIV, e começou a fazer uso de coquetel de medicamentos. Seu corpo enfraquecia. Foi deixando as drogas. Frequentou alguns centros de recuperação de drogados, em Campinas - SP. Aprendeu a fazer artesanato e pintar, usou essa habilidade, como forma de estímulo para viver e não abandonar tudo aquilo que havia conquistado. Fez várias exposições e vendia suas obras. Estava arrependido, agradecia o apoio da família. Queria viver, cuidava da aparência, ia a missa dominical, mas era alvo de várias doenças, devido sua baixa imunidade. Foi internado, consciente, na noite de 23 de junho de 2008, com insuficiência respiratória. Faleceu algumas horas depois. A mãe agradece a Deus pelos últimos quatros anos: porque sua preces foram ouvidas, e porque seu filho mudou de vida!


Essa história é baseada em fatos reais.
O Sobrado acredita e apoia a arte como forma de superação!

Nenhum comentário:

Postar um comentário