quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Estrada Real, caminho das artes!


Percorrer Minas Gerais e os caminhos que perpassam à Estrada Real é vivenciar a história de um povo através da arte. Reconhecer o talento de pessoas simples que, com suas obras, retratam o valor social e cultural presentes na diversidade e no encantamento de ser mineiro. Bronze, sucata, juta, pedra sabão, madeira, biscuit, cabaça, entre outras matérias-primas retratam a arte dos trechos que foram, durante anos, as únicas vias autorizadas de acesso à região das reservas auríferas e diamantíferas.

Mas, afinal, o que é Estrada Real?





Pelos pés incansáveis dos índios e os facões afiados dos bandeirantes foi aberta há mais de trezentos anos uma estrada ligando o litoral ao interior de Minas Gerais, por onde circulavam o ouro extraído da região e as mercadorias que a abasteciam, deu origem à Estrada Real.
Construída no final do século XVII, a Estrada Real foi instituída como rota oficial da Coroa Portuguesa, garantindo mais rapidez ao abastecimento e escoamento  da produção da Região mineradora e possibilitando uma melhor cobrança e fiscalização das riquezas extraídas, com finalidade de coibir o contrabando. Por esse motivo registros de controle foram instalados em locais estratégicos, consolidando três grandes eixos Paraty e Ouro Preto; o Caminho Novo, entre o Rio de Janeiro e Ouro Preto; e por fim, o Caminho dos Diamantes, entre Ouro Preto e Diamantina.
Com a conclusão do Caminho Novo e de sua variante, a partir de 175, o Caminho Velho, embora continuasse em uso, viu decair significativamente o movimento de cargas, mercadorias e pessoas.




Hoje, o principal fator econômico da Estrada Real é o turismo com mais de 1 400 quilômetros de estradas cercadas por regiões que reúnem as condições ideais para a prática de canoagem, escalada, mountain bike e muitos outros esportes ligados à natureza; e o artesanato, que é uma das principais atividades econômicas e de movimentação de renda, sendo responsável pelo sustento de muitas famílias. São diversos artefatos das mais diferentes matérias primas.
 A estrada possui um dos mais ricos e exuberantes artesanatos do País, que leva milhares de pessoas ao turismo e ao encantamento com obras deslumbrantes.
Uma Estrada, enfim, repleta de encantos, de turismo e esportes, de natureza bela, de arte, de histórias e exemplos, e mais um orgulho para o nosso país.


Os artesanatos da Estrada Real enchem de cor o nosso espaço. O Sobrado, afinal já realizou uma exposição com este tema. Além disso, cativa obras tão excitantes que vão do bronze à cabaça e as disponibiliza à venda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário